28/01/2009

- Comportamento / Temperamento

O Agapornis não é um pássaro falante, como as Araras, Catatuas e Papagaios, mas algumas pessoas afirmam que, com muito treino, pode aprender a balbuciar algumas palavras curtas e sons humanos. Algumas pessoas usam cassetes, CDs e programas de computador para ensinar suas calopsitas a falar. É um dos pássaros perfeitos para quem quer uma relação mais íntima com uma ave.
São pássaros muito divertidos, engraçados e que se apegam muito aos seus donos. Inclusivé, uma pessoa que adquire apenas um agapornis deve ter em mente que, pelo seu comportamento (se apegam muito a uma outra ave e com ela vivem por toda vida), essas aves exigem um pouco da dedicação do seu dono, tanto quanto uma outra ave lhe daria a ele. Isso porque, na falta de um parceiro “alado”, o agapornis irá se apegar ao dono, e pode até adoecer por falta de carinho e contacto.
A única recomendação sobre o convívio entre agapornis e humanos é em relação às crianças pequenas e pouco acostumadas a lidar com aves. Como os agapornis podem ser um pouco temperamentais e assustadiços, se uma criança manuseá-los erroneamente, apertando-o e assustando-o, ele pode-se irritar e defender-se, bicando a criança. Mas isso só ocorrerá se ele realmente se sentir assustado e ameaçado.
Quando os agapornis são adquiridos adultos, mostram-se assustadiços no primeiro contacto, e nunca ficarão realmente mansos (como ocorre quando se adquire um filhote). Mas com bastante paciência, dedicação e amor, o agapornis pode ficar acostumado à presença do dono e, pelo menos, não se assustar e não se debater tanto na gaiola quando se chega perto.
Os agapornis são óptimos animais de estimação. São extremamente activos, fazem muitas
brincadeiras, adoram escalar e se pendurar nos brinquedos, se aconchegar dentro de bolsos e
camisas. No entanto, para se manterem domesticados e socializados, os agapornis requerem a
atenção diária dos donos, no mínimo durante os 6 primeiro meses.
É quase impossível domesticar um agapornis que não tenha sido alimentado na mão desde filhote.

1 comentário:

Doces & Cia disse...

Olá

Andava a pesquisar acerca do assunto e descobri o seu blog, bom adquiri um agapornis em Dez de 2009 e ele nunca foi alimentado ou criado à mão, na verdade era muito assustadiço e fugia de nós nas primeiras semanas, estamos em Fevereiro e de há 1 mês a esta parte, o Penas já anda sempre connosco, adora estar connosco e é extremamente dócil e um amor.
Num mês é possivel domesticar este tipo de aves, com paciência claro.